terça-feira, 25 de novembro de 2014

NOVA AUDIÊNCIA PARA O DIA 01/12, COM PROPOSTA DE PAGAMENTO DOS SALÁRIOS DE NOVEMBRO, DEZEMBRO, 13° E CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DOS SALÁRIOS PARA 2015

Na audiência realizada nesta manhã, dia 25/11, às 11:00h, que contou com a presença da Promotora de Justiça, Dra. Izabella Drumond Matosinhos, dos representantes do SINDSEP-ACARAÙ, Valdeci Martins, José Natalício e assessora jurídica, Dra. Ílliada Karnak, dos vereadores Edson Brandão e Cláudio Jean, do presidente do Conselho do FUNDEB, José Wellington e dos representantes da Administração Pública de Acaraú, o prefeito Sr. Alexandre Ferreira, Dr. Mateus Lima e o Sr. Álvaro Garcez, depois de ouvida e questionada ambas as partes interessadas ficou acordado o seguinte:

1- Nova audiência, dia 01 /12, a partir da 14:00h, com apresentação de proposta de pagamento dos salários de novembro, dezembro e 13°.
2 - Calendário para pagamentos dos salários ano 2015.


Segue abaixo o termo da audiência



sexta-feira, 21 de novembro de 2014

MINISTÉRIO PÚBLICO DE ACARAÚ AGENDA AUDIÊNCIA ENTRE COMISSÃO DOS REPRESENTANTES DOS SERVIDORES E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DE ACARAÚ

Na manhã de hoje, 21/11, foi confirmado pelo Ministério Público de Acaraú data e horário da audiência entre representantes dos servidores municipais e da administração de Acaraú com abordagem sobre o pagamentos dos servidores.


SERÁ DIA 25/11, PRÓXIMA TERÇA- FEIRA, A PARTIR DAS 11:00h

terça-feira, 18 de novembro de 2014

MINISTÉRIO PÚBLICO AGENDARÁ AUDIÊNCIA COM REPRESENTANTES DOS SERVIDORES E GOVERNO DE ACARAÚ PARA DEFINIR DATA DE PAGAMENTO DOS SALÁRIOS DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE ACARAÚ

Ontem, 17/11, comissão formada por membros da diretoria do SINDSEP-ACARAÚ (Valdeci Martins e Edilson Jacinto), vereadores (Edson Brandão e Cláudio Jean) e Conselho do Fundeb (José Wellington) estiveram reunidos com representante do Ministério Público de Acaraú para averiguar informações sobre o andamento do processo que trata sobre atraso dos salários dos servidores públicos municipais de Acaraú.

Na ocasião a Promotora foi informada pela sua secretária que a Administração de Acaraú havia respondido a notificação expedida pelo ministério e que, segundo a resposta do Governo de Acaraú, os salários foram pagos e que os "pequenos atrasos" aconteceram em função da diminuição de repasses governamentais. 

Informamos que até presente data nem todos os servidores haviam recebidos seus salários e que isto já vinha sendo  uma constante a partir do segundo semestre de 2014, ocasionado vários prejuízos no planejamento financeiro dos servidores.

Alertamos para outra situação que está deixando a todos em apreensão e bastante preocupados com os pagamentos posteriores, em especial, aos meses de novembro, dezembro e o 13º. 

VEJAMOS:  Se a Administração de Acaraú está usando os recursos previstos do mês posterior para pagar despesas do mês anterior, ou seja  recursos de novembro para pagar despesas de outubro, COMO FICA O PAGAMENTO DE NOVEMBRO, DEZEMBRO E 13º SE VAI RESTAR APENAS OS RECURSOS DE DEZEMBRO? 

VALE LEMBRAR QUE OS  ENCARGOS SOCIAIS E EMPRÉSTIMOS QUE SÃO DESCONTADOS  DOS SALÁRIOS DOS SERVIDORES NÃO DEVEM JAMAIS SER UTILIZADOS PARA PAGAMENTO DOS PRÓPRIOS SALÁRIOS DOS SERVIDORES.

Diante de tal situação solicitamos, com intermediação do Ministério Público de Acaraú,  uma audiência, o mais breve possível, com o Governo Municipal  para definir data dos pagamentos dos salários dos meses restantes de 2014 e , também, para o ano de 2015.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

SINDSEP-ACARAÚ AGENDA REUNIÃO COM REPRESENTANTE DO MINISTÉRIO PÚBLICO. PAUTA: ATRASOS DO SALÁRIO

Buscando respostas sobre a petição protocolada junto ao MINISTÉRIO PÚBLICO na Comarca de Acaraú, o SINDICATO agenda reunião, segunda-feira (17/11), a partir das 11:00h com representante do próprio Ministério.


SALÁRIOS ATRASADOS = MEDIDAS TOMADAS

Nos dias atuais é inaceitável convivermos com constantes atrasos no pagamento dos salários de todo e qualquer trabalhador. Procurando meios , permitidos no nosso sistema democrático de direito, foi apresentado e aceito pelos vereadores, Claudio Jean, Edson Brandão, Antônio Neto, Nacélio Cruz  e José Ilson, pedido de uma investigação para apurar o que de fato estava acontecendo para ocasionar os constantes atrasos dos servidores públicos municipais de Acaraú. Mas na hora de assinar o documento os vereadores Antônio Neto e Nacélio Cruz, disseram não aos servidores em não assinando o documento.

Imediatamente, o SINDICATO  realiza assembleia geral com seus associados para discutirmos, entre os tópicos, os atrasos do salário. Duas propostas foram colocadas em plenária: PARALISAÇÃO DAS ATIVIDADES  OU PETIÇÃO PARA O MINISTÉRIO PÚBLICO. A decisão dos presentes, que é soberana em toda sua essência, foi o envio de uma petição ao Ministério Público e acatada prontamente pela direção do SINDICATO, conforme documento apresentado em matéria publicada anteriormente no nosso blog.


No mesmo evento , a direção do SINDICATO deixou bem claro para os presentes que não aceita interferência, seja de quem for, de cunho político partidário. Que o SINDICATO não apadrinha e nem será apadrinhado por político ou sigla partidária..

É bom pararmos e analisarmos a postura de algumas pessoas que "hibernaram"  por longos anos( 4, 8...) e agora acordam com espírito de reivindicadores aflorados. É , realmente, pensando nos servidores que estão com salários atrasados ou estão com saudades da "HIBERNAÇÃO"?



terça-feira, 11 de novembro de 2014

Ministério Público notifica a Prefeitura Municipal de Acaraú


O Sindicato  dos  Servidores  Públicos  Municipais  de  Acaraú  esteve  presente  hoje  no Fórum de  Acaraú  no  departamento  do  Ministério  Público  para  verificar  o  andamento  do  processo sobre  salário  atrasado dos  funcionários públicos  de  Acaraú . Em resposta  a  promotoria  nos  informou que  foi  enviado  a  notificação a  Prefeitura  Municipal de Acaraú  pedindo  esclarecimentos  sobre  a  denúncia  feita  pelo  Sindicato  dos  Servidores Públicos  Municipais de Acaraú  e  estamos  aguardando a  resposta  próxima  semana   o  sindicato  estará  visitando  novamente  o Ministério Público  atrás  de  mais  informações